WhatsApp

WhatsApp

quarta-feira, 1 de junho de 2016

'Tenho que aguentar', afirma pai que perdeu filha e a mulher em acidente

O feriado de Corpus Christi foi marcado pela tragédia que vitimou fatalmente uma mãe e sua filha recém-nascida em um acidente que aconteceu no litoral do estado. Maria Isabela, que perdeu a vida após 48 horas do seu nascimento, morreu junto com a mãe num colisão na última quinta-feira (26/05), entre Parnaíba e Buriti dos Lopes.
Luzinete, a mãe, teve alta da maternidade de Parnaíba naquela tarde e voltava para sua residência, no município de Cocal, quando o pior aconteceu. O pai, que esteve com as duas pouco antes de terem alta, voltou primeiro para casa, mas ao chegar na residência, recebeu a triste notícia.
"Passei a tarde todinha com ela nos braços e às 16h ela recebeu alta. Vim embora na frente, mas quando cheguei em Cocal, questão de 10 minutos, me ligaram de lá dando esta notícia”, disse o pai, José Cosmo, emocionado à reportagem da TV Antena 10.
O pai tem agora uma única companhia: a outra filha de quatro anos. A esposa e a segunda filha ficam na lembrança e na residência da família a tristeza se instalou. “Na hora de almoçar, jantar, dormir, fico pensando que ela está do meu lado direto. Ai bate aquela tristeza em mim e não tenho mais vontade de comer não”, confessou o homem.
O guarda-roupa com as roupas da bebê ainda estava do mesmo jeito que a mãe deixou antes de ir para maternidade. José Cosmo pela primeira vez após o ocorrido, abriu o guarda-roupa para ver a roupinhas da filha que não chegou em casa.
4.jpg
“As coisinhas dela eu vou guardar para ficar na lembrança. Tenho que aguentar, trabalhar e cuidar da minha filha. Ser mãe e pai, tudo ao mesmo tempo. Vamos ver como vai ser”, declara.
O condutor do veículo que provocou o acidente tem apenas 21 anos e segundo a polícia, estava alcoolizado. Ele foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio culposo no trânsito, agravado pelo uso de bebida alcoólica, que foi constatado. Como não teve direito à fiança, continua preso à disposição da justiça.


6.jpg

Nenhum comentário: