WhatsApp

WhatsApp

sábado, 16 de janeiro de 2016

Diretor da Empa provoca tumulto ao tentar expulsar vendedores da Praça Coronel Lima Rebelo

Vereador Carlson Pessoa fala aos comerciantes apavorados
Agora há pouco, por volta das 16:30, o clima voltou a ficar tenso na Praça Coronel Lima Rebelo, no centro de Parnaíba. Novamente os vendedores voltaram a ser ameaçados e sofrer coação por parte diretor da Empresa Parnaibana de Abastecimento (Empa), Romualdo Seno, que de posse de uma recomendação do Ministério Público e juntamente com um advogado e da Polícia Militar, chegou na praça intimidando os trabalhadores.
Diretor EMPA Romualdo Seno com prefeito Florentino - Tocando Terror aos trabalhadores 


Um verdadeiro tumulto tomou conta do local e os vendedores contam que as ameaças tem se repetido diariamente. “Eles chegam falando que vão chegar aqui com o trator e derrubar tudo. As pessoas não podem ser retiradas do local de trabalho delas e simplesmente ficarem sem ter onde vender suas mercadorias. Essa concessão já foi concedida há duas gestões anteriores. Tem pessoas que trabalham aqui há mais de 20 anos. Para que o grupo saia da praça, eles precisam de um acordo formalizado, por escrito, com a garantia de que serão recolocados em outro ambiente”, explica a advogada da associação dos vendedores.

O vereador Carlson Pessoa, que acompanha o caso, esteve no local a convite dos comerciantes e disse que é a favor da revitalização da praça, no entanto, antes de qualquer medida, o município precisa construir o shopping que foi prometido para a classe.
“Daqui as pessoas tiram o seu sustento, pagam a escola dos filhos. Eles não podem simplesmente serem expulsos. Onde irão trabalhar se o shopping não está pronto? As coisas não funcionam assim, pois são vidas que estão em jogo”, questiona o vereador.

De acordo com os trabalhadores, o diretor da Empa teria dado o prazo de até o dia 29 deste mês para eles deixarem a praça.

Nenhum comentário: