WhatsApp

WhatsApp

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Zé Filho confirma ida para o PPS e diz que PMDB já é governo

O ex-governador Zé Filho quebrou o silêncio nesta terça-feira (24) e oficializou sua filiação ao PPS. O motivo, segundo ele, é claro: o PMDB já faz parte do governo petista no cenário estadual. Em entrevista à TV Cidade Verde, o quase ex-peemedebista disse que não concorda com o posicionamento da sigla de voltar a ser situação e que, neste caso, os incomodados é que devem se retirar. 
“Eu não posso ficar em um partido que já está praticamente no governo. Não que a gente queira fazer oposição só por querer, mas o PMDB foi colocado na oposição em nível estadual”, afirmou, ressaltando que possui amizade com o presidente em exercício do PMDB, o ex-ministro João Henrique.
“Inclusive é nosso diretor aqui no Sistema Fiepi, mas a gente fica numa situação meio desconfortável dentro de um partido a qual a gente acabou de disputar uma eleição e que praticamente já faz parte do governo do PT. Então, esse é um dos motivos que está nos levando a ir ao PPS e também porque temos que ter oposição. Hoje, praticamente só quem está fazendo oposição é o deputado Robert Rios”, declarou o ex-governador.
Zé Filho garante que sai sem mágoas e que não é um político movido a rancor e raiva. O ex-governador afirma que até entende o posicionamento dos seus colegas de partido, mas não concorda. “De forma nenhuma eu tenho mágoa do PMDB, eu tenho grandes amigos lá. Entendo a posição dos companheiros do PMDB, mas isso é uma coisa que não faz parte da minha pessoa: ter raiva, mágoa, rancor. Eu compreendo todas as posições do partido. Eles acham que esse deve ser o caminho e que eu não concordo. Se eu não concordo, quem tem que se retirar é a minha pessoa”, declarou.
O ex-governador não quer ir sozinho para o PPS. Já vai chegar no partido como presidente estadual, saindo da condição de coadjuvante no PMDB a maior liderança da sigla. “Quero levar algumas pessoas. Temos que aguardar. A deputada Juliana não pode sair agora por causa da fidelidade, mas temos prefeitos com interesse. É um grupo que nós estamos formando”, afirmou, ressaltando que convidará o deputado estadual Robert Rios.
“O PDT já está no governo, acho que o deputado Robert Será bem-vindo. Vou conversar com ele. É meu amigo pessoal e nos apoiou na eleição passado e está fazendo uma oposição correta”, destaca.
Eleições 2016
Zé Filho garantiu que vai conduzir o pleito eleitoral em Teresina e em várias cidades do Piauí. No caso de Teresina, disse que vai manter diálogo com o prefeito Firmino Filho (PSDB), que já possui aliança com o PPS. “Vamos conduzir o pleito. Aqui tem um diretório formado que apoia o governo do Firmino, mas sentando na mesa, a gente resolve. O partido terá uma chapa completa de vereadores. Nos outros municípios vamos fortalezar o PPS e onde não existe vamos formar”, finalizou.
Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Nenhum comentário: